Material Reciclável: 5 ideias de móveis com material reciclável

Material Reciclável: 5 ideias de móveis com material reciclável

O aproveitamento de material reciclável para a criação de diversos itens utilizados no dia a dia está em alta, e cada vez mais pessoas têm aderido.

A sustentabilidade é a palavra do momento, pois a cada dia os indivíduos buscam hábitos de vida e consumo mais conscientes. Tal ação traz mudanças benéficas tanto para a sociedade, quanto para o meio ambiente.

A decoração não fica de fora dessas práticas, afinal, ela sempre envolveu a criatividade. E quando unida à reciclagem, permite ainda mais liberdade na criação de móveis e ambientes inovadores.

Essa ação prova também que não é preciso investir muito dinheiro para ter acesso a uma decoração moderna, confortável e que transforme cada ambiente.

A sustentabilidade é acessível a todos, e permite mais personalidade na hora de decorar. Ela também combina com qualquer estilo, tamanho de imóvel e pode ir do clássico ao contemporâneo.

Quem investe nessa prática, consegue decorar um imóvel inteiro de maneira autêntica e exclusiva, economizando e evitando que toneladas de materiais recicláveis sejam desperdiçados.

Tendo isso em mente, neste artigo, vamos falar um pouco sobre o uso de materiais recicláveis na criação de móveis e dar algumas dicas. Acompanhe a leitura!

Uso de materiais reciclados na fabricação de móveis

Iniciativas para o reaproveitamento de materiais na criação de móveis não é algo recente. 

Atualmente, eles estão cada vez mais frequentes e as pessoas podem criá-los a partir de suas próprias ideias, ou até mesmo contando com a ajuda de designers especialistas no assunto.

Mesmo assim, o maior desafio está na acessibilidade a esses produtos, o que pode dificultar um pouco na criação dos móveis. Por isso, muitas pessoas procuram uma boa empresa de reciclagem para oferecer o auxílio necessário.

Por meio delas, é possível ter acesso a tudo o que é preciso para criar mobília que aumenta a vida útil de muitos materiais que demorariam anos para se decompor no lixo. E para fazê-los, dois tipos de reciclagem são utilizados:

1 – Produtos recicláveis

Os móveis são criados a partir de materiais como:

  • Latinha de alumínio;
  • Garrafa pet;
  • Papelão;
  • PVC.

2 – Matéria-prima reciclada

Neste caso, a fabricação é feita a partir do reaproveitamento de matéria-prima, como madeira reciclada, por exemplo.

Como são feitos

Quando se fala sem sustentabilidade, é preciso considerar diferentes aspectos na produção de um móvel. Isso pode ir além da procedência natural do material, como comprar caixa de papelão.

O consumo de água e energia elétrica, a qualidade, a possibilidade de substituir peças e o desperdício gerado também devem ser considerados.

Por conta disso, a produção dos móveis ecológicos envolve, de preferência, materiais recicláveis ou já reciclados. Por exemplo, além da madeira reciclada, as garrafas pets também são muito utilizadas na produção de fibras têxteis, pois são bastante resistentes.

Outra tendência são as madeiras de demolição, pois são ecologicamente corretas, fáceis de serem reaproveitadas e de alta qualidade.

Cuidados necessários

Assim como um móvel feito de tábua de pinus ou qualquer outro material, os móveis ecológicos precisam de cuidados e manutenção. Dessa forma, a durabilidade é maior, chegando a servir por décadas.

Os cuidados são comuns, como a limpeza com pano umedecido com água e sabão neutro. Recomenda-se, também, algum tipo de revestimento para que eles possam durar por mais tempo.

No que diz respeito à relação custo-benefício, os móveis ecológicos são mais vantajosos do que os tradicionais. Isso se dá por conta do reaproveitamento de materiais, que diminui o preço. 

Quem opta por eles, tem acesso a um móvel bonito, resistente, sustentável e mais barato.

Importância dos móveis ecológicos

É comum que muito do que compramos no dia a dia acabe sendo descartado indiscriminadamente. Isso aumenta a quantidade de lixo gerada e prejudica o meio ambiente.

Os móveis sustentáveis evitam o acúmulo de lixo, além de proporcionar bem-estar para o dia a dia, evitando consequências prejudiciais.

Eles conseguem trazer para dentro da casa dos usuários mais criatividade e infinitas maneiras de se reinventar.

Eles também podem ser usados em espaços internos e externos, transformando qualquer projeto em algo totalmente novo e exclusivo.

Ao descartar o uso indiscriminado de madeira e outros componentes que integram os móveis tradicionais, o meio ambiente é preservado e o usuário terá uma decoração que tem tudo a ver com seu estilo de vida.

Dicas de móveis fabricados com material reciclável

Todo um imóvel pode aproveitar o uso de materiais recicláveis, inclusive em sua própria construção. Uma porta de madeira maciça, por exemplo, pode ser fabricada com madeira reflorestada ou reaproveitada. Isso também é válido para janelas, pisos e revestimentos.

Para quem tem interesse na decoração a partir de materiais recicláveis, existem muitos meios que podem ser realizadas por qualquer um. Pessoas que desejam algo mais elaborado podem contar com empresas especializadas. E dentre as principais dicas estão:

1.    Araras de cano PVC

Quem é ligado em decoração minimalista vai adorar essa ideia, principalmente se morar em um imóvel pequeno. Um armario sob medida pode ser uma ótima solução, pois eles valorizam bem cada espaço.

No entanto, as araras em PVC tornam o ambiente mais clean, e prezam pela simplicidade. Para isso, basta utilizar tubos finos e conectores.

A peça pode ser fabricada no tamanho e largura que forem necessários. Portanto, é uma maneira de ter uma peça sob medida e que colabore com a decoração.

2.    Mesa de cabeceira de caixote

Os caixotes de madeira são muito práticos e versáteis, além de um verdadeiro coringa em qualquer decoração. Podem ser encontrados em qualquer lugar, como feiras e supermercados, e parecem ter sido feitos sob medida para mesas de cabeceira.

Uma boa dica é lixá-los, pois dessa forma fica mais fácil pintar para combinar com aquele móvel que acabou de ser reformado, como no caso de uma boa reforma de poltrona.

Além de serem perfeitos para uma mesa de cabeceira, os caixotes de feira podem compor descanso para os pés e até estantes.

3.    Mesa lateral com cesto de roupa

Ter uma mesa ao lado do sofá da sala, além de decorar bem o espaço, é algo bastante útil. Para fazê-la, basta usar um cesto de roupas e um tampo de madeira ou vidro.

Apesar de ser uma ideia extremamente fácil e barata, o resultado é surpreendente e bem sofisticado.

A mesa também pode ser usada ao lado da cama e até como mesinha de centro, mesmo que toda a decoração seja feita de moveis planejados sob medida. O resultado é tão bonito e atraente,, que nem parece ter sido feito em casa.

4.    Puff com pneu velho

Muitas pessoas deixam pneus velhos estragando no fundo de casa ou de oficinas, e nem imaginam a diferença que eles podem fazer na decoração.

Com eles é possível criar puffs que podem ser usados em qualquer ambiente da casa. Além disso, podem ser personalizados como quiser, com as cores combinando com o resto da decoração.

Uma boa ideia é pintar toda a volta externa do pneu e revestir o topo com MDF estofado. Também é possível mudar completamente o objeto, cobrindo o vão com uma chapa de madeira.

Depois, é só revestir toda a peça com pompons, tecido ou uma peça de sisal. O puff fica lindo, confortável e muito estiloso.

5.    Mesas e aparadores feitos de gaveta velha

As mesas e os aparadores são muito importantes para a praticidade, além da decoração em si. Em uma loja de móveis planejados, o que não faltam são opções, mas eles também podem ser feitos em casa com uma gaveta sem uso.

É muito fácil de fazer, basta pegar uma gaveta e fixá-la em algum suporte para elevar a base. Esse móvel é charmoso, descolado e pode ser usado de muitas maneiras.

Em sacadas, por exemplo, eles podem servir de apoio para vasos. Nos quartos, podem ser pregados diretamente nas paredes e na sala podem ser usados como aparadores para quadros e objetos decorativos.

Dessa forma, evita-se que uma ou várias gavetas sejam depositadas no lixo, descartando a madeira, um material muito valioso para o meio ambiente.

Conclusão

Existem infinitas possibilidades, além das que foram mencionadas neste texto. Estas, de um modo geral, podem ser feitas em casa e com materiais acessíveis e simples.

É uma maneira de renovar ou criar uma decoração do zero totalmente diferente, mas com muitas consciência e sustentabilidade.

Os móveis ecológicos decoram casas e apartamentos com muito estilo, também podendo ser aproveitados em escritórios e empresas.

Se todos aderirem a essas ações sustentáveis, teremos ambientes exclusivos e um ecossistema protegido do acúmulo de lixo.

Independentemente de qual tipo de móvel queria criar, todos são possíveis, dos mais simples aos mais complexos. Basta ter criatividade.

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

Leia Também:

EPI’s na indústria: o que são e quais benefícios oferecem?

Maria J. Vilich

Maria J. Vilich

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.