EPI’s na indústria: o que são e quais benefícios oferecem?

EPI’s na indústria: o que são e quais benefícios oferecem?

Você sabe quais são os principais EPI’s utilizados na indústria e quais são os benefícios que eles oferecem?

Os equipamentos de proteção individual são indispensáveis para funcionários que trabalham nos mais diversos setores do mercado.

Apesar de serem muitas vezes negligenciados, eles podem ser responsáveis por salvar vidas e, por isso, devem ter o seu uso incentivado dentro das fábricas e das indústrias em geral. 

Justamente por isso, a Norma Regulamentadora 6 (NR 6) determina que as corporações disponibilizem aos seus  funcionários os EPIs, que são considerados as principais ferramentas para a prevenção de acidentes em ambientes de trabalho. 

Há até mesmo serviços externos que obrigam o uso desses equipamentos para garantir a segurança do trabalhador. 

Um exemplo disso é o epi para eletricista, que pode evitar que o profissional receba uma carga elétrica que poderia prejudicá-lo. Levando em consideração que ele pode prestar serviços em diferentes localidades, é indispensável que ele esteja sempre com seus EPIs. 

Toda essa preocupação tem um fundamento: de acordo com dados coletados pelo Observatório Digital de Saúde e Segurança do Trabalho, entre os anos de 2012 e 2018, o Brasil registrou 16.455 mortes e 4,5 milhões acidentes em empresas. 

Isso quer dizer que toda a preocupação em preservar a vida dos profissionais é de suma importância, fundamentais para que medidas que aumentem a segurança na execução de uma atividade industrial sejam reforçadas a todo momento. 

Se você trabalha no setor industrial e quer saber quais são os principais equipamentos de proteção individual, assim como entender quais os benefícios que eles trazem, siga na leitura deste artigo e amplie os seus conhecimentos sobre o assunto. 

O que são EPIs e qual é a sua importância para a indústria?

A fabricação de produtos ou a execução de serviços é uma tarefa complexa. Ela exige conhecimento técnico para a produção, assim como a capacitação dos colaboradores para o seu desempenho. 

Nesse cenário, também entram os equipamentos de proteção individual, que são essenciais para garantir a segurança da equipe de colaboradores de uma indústria, assim como de várias outras áreas.

Uma empresa especializada em corte a laser sp, certamente possui procedimentos pertinentes a esse tipo de serviço, mas que só podem ser feitos por funcionários habilitados e que utilizem os seus EPIs. 

Afinal, esse tipo de preparo e o uso dos equipamentos de proteção individual são os meios mais eficazes para evitar acidentes de trabalho. 

Vale lembrar que existem cinco principais categorias que enquadram os riscos no trabalho, de acordo com a natureza deles. Na indústria, a depender do segmento em que atua uma fábrica, é possível encontrar grande parte deles. Esses grupos são:

  • Risco físico;
  • Risco químico;
  • Risco biológico;
  • Risco ergonômico;
  • Risco acidental. 

Os riscos físicos são aqueles que podem afetar a saúde do profissional de diversas maneiras. Alguns exemplos desse grupo são a radiação, a umidade, os ruídos, as vibrações, as pressões de temperatura, etc.

Já os riscos químicos são produzidos por substâncias que são inaladas pelo funcionário, tais como os vapores, os gases, os produtos químicos, a poeira e outros mais.

Os riscos biológicos são aqueles causados por outros agentes vivos, como as bactérias, os vírus, os protozoários, os fungos, entre outros.

Quanto ao risco ergonômico, é possível dizer que eles são causados por desconforto durante a realização de atividades laborais, tais como a postura incorreta, o esforço físico, jornadas de trabalho extensas e esforços repetitivos.  

Por fim, o risco acidental é aquele que pode ocorrer por fatalidades e que pode trazer prejuízos físicos ou mentais para os colaboradores. A má iluminação, problemas elétricos, armazenamento inapropriado e equipamentos danificados são alguns tipos. 

Esses são os principais exemplos de riscos que se encontram em um local de trabalho, independentemente do segmento em que a indústria atua. 

Dessa forma, para que uma empresa de aluguel de caminhão munck, assim como para que uma fábrica de produtos alimentícios trabalhe de modo mais seguro, é indispensável investir em EPIs que diminuam esses potenciais problemas dentro do seu estabelecimento. 

Isso porque muitos acidentes de trabalho podem ser evitados ou ter os seus prejuízos minimizados, caso os equipamentos de segurança estejam sendo utilizados durante o serviço.

Nesse sentido, cada empresa deve oferecer o EPI correto para a execução das suas funções, possibilitando que os trabalhadores estejam devidamente seguros no dia a dia. 

Também é importante lembrar que é preciso haver a conscientização da equipe de colaboradores da indústria, falando com eles sobre o uso desses equipamentos de proteção individual. 

Afinal, se o uso de protetor auditivo é indicado para o tipo de atividade exercida no estabelecimento, todos os funcionários presentes no pátio da empresa devem utilizar o item para garantir a sua segurança. 

Muitas indústrias investem em palestras, cursos e na aplicação de placas de sinalização nas paredes, para estimular o uso desses EPIs.

Dessa maneira, é possível evitar que o funcionário tenha a sua integridade afetada e possa ter prejuízos no futuro. 

Os tipos de EPI 

Um indústria que trabalhe com a produção de mancais de rolamento, certamente terá uma série de maquinários e equipamentos no seu pátio, que fazem parte da linha de produção.

Para que esse tipo de equipamento seja devidamente operado, é indispensável que os colaboradores utilizem os EPIs apropriados para a sua atividade. 

Os principais tipos são:

  • Capacetes ou toucas;
  • Luvas;
  • Óculos;
  • Botas de borracha;
  • Aventais ou macacões;
  • Máscaras;
  • Cinto de segurança;
  • Abafador de ruído;
  • Entre outros.

Os capacetes, com ou sem viseira, e as toucas, são utilizados para proteger o profissional durante o exercício da sua profissão. 

Em geral, são utilizados tanto nas atividades de risco em um canteiro de obras, como no segmento da saúde. 

Os capacetes com viseira são indispensáveis para proteger a face dos operários em indústrias químicas, por exemplo, garantindo um cuidado extra no dia a dia. As toucas são usadas principalmente em hospitais, mas também são importantes para o setor alimentício. 

As luvas e os óculos são outros artigos importantes. Podem ser responsáveis por conter partículas que, ao entrar em contato com a pele e com a mucosa, causam problemas para o trabalhador. Por isso, são indispensáveis em diversas áreas de atuação.

As botas de borracha tem como objetivo manter a higiene de um local, assim como isolar o operador de superfícies que pudessem causar choques ou outros problemas técnicos. 

Os aventais e macacões são utilizados para adicionar uma proteção extra ao uniforme do colaborador. Para atividades mais leves e higiênicas, o avental é indicado. Já para serviços mais pesados, o macacão pode ser a melhor opção. 

As máscaras também fazem parte dos EPIs de maior importância da indústria. Elas são responsáveis por impedir que os funcionários inalem substâncias perigosas, que podem prejudicar a sua saúde.

O cinto de segurança faz parte dos equipamentos para trabalho em altura, e devem ser utilizados sempre que há a necessidade de realizar reparos em locais de risco, como um modo eficaz de evitar quedas. 

O abafador de ruído também é um dos artigos indispensáveis para proporcionar uma proteção extra para o trabalhador, em relação à sua audição. 

Ele serve para conter barulhos provenientes de uma atividade, que possam causar incômodo nos colaboradores. 

Esses são apenas alguns exemplos de EPIs que são utilizados tanto na indústria como em outros tipos de segmentos do mercado. 

As vantagens do uso de EPIs

Garantir que os funcionários de uma indústria de autoclave stermax usem os equipamentos de proteção individual, pode trazer vantagens para o estabelecimento e para os próprios profissionais. 

Isso porque, além de possibilitar que não ocorram acidentes no local de trabalho, esse tipo de ação evita que o funcionário se machuque e precise ficar afastado por um determinado período. 

Outro benefício importante é que os EPIs podem proporcionar maior bem-estar para os colaboradores, já que eles podem ficar mais seguros durante o expediente de trabalho. 

Vale lembrar que os equipamentos de segurança individuais não são vendidos por valores exorbitantes. Por isso, é essencial que a indústria faça a troca desses produtos sempre que for necessário, caso eles apresentem desgaste natural do uso. 

Dessa forma, a produção de um reservatório tipo taça é sempre feita com padrões de qualidade rigorosos, que garantem não apenas um bom produto final, como também que os colaboradores possam entregar o trabalho de forma segura. 

Por fim, ao promover o uso de EPIs na empresa, o estabelecimento segue as normas impostas para o funcionamento adequado do local, o que evita problemas de fiscalização e interdição da fábrica até a compra dos equipamentos. 

Nesse cenário, é possível dizer que os EPIs são peças importantes e fundamentais de qualquer indústria, e devem ser adquiridos periodicamente para garantir a segurança dentro da empresa.

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

Leia Também:

Como Evitar Incêndios e Garantir a Segurança da Sua Empresa?

Maria J. Vilich

Maria J. Vilich

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.